19 de abril de 2010

a cobiça da mulher alheia no seio da igreja














"Um bispo disse-me,
a propósito de um padre denunciado por andar com as mulheres dos outros:
'Se não podes viver castamente, ao menos sê cauteloso' "

Afirmação de
Artur da Cunha Oliveira
Teólogo, ordenado padre em 1948 e casado desde 1983. Abandonou o exercício por considerar que a pregação a que assistia era "vazia, sem reflexão"

Fonte: jornal Diário de Notícias de hoje (pág. 16/ 17)

2 comentários:

Anónimo disse...

AQUI EM ALCÁCER TAMBÉM HÁ QUEM COBICE A MULHER ALHEIA, E NÃO TEM NADA A VER COM BISPOS.

Zé dos Papéis disse...

Apetece perguntar, porque continua a Igreja Católica a ter um tamanho medo da Mulher?